segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Estude na França


O Salão CampusFrance, que acontece na Bienal do Ibirapuera nos dias 3 e 4 de outubro, é uma boa oportunidade para os interessados em estudar na França. Pela primeira vez, em um único espaço, mais de 100 universidades, brasileiras e francesas, disponibilizam informações como a oferta francesa de ensino superior, os acordos de cooperação existentes entre os estabelecimentos franceses e brasileiros, os programas de intercâmbio existentes entre o Brasil e a União Europeia, informações para os estudantes sobre todos os procedimentos administrativos para estudar na França (inscrições, bolsas, vistos), assim como os aspectos práticos ligados a uma estada de estudos na França.

Serviço
Salão CampusFrance
Dias 3 e 4 de outubro - das 14h às 20h
Bienal do ibirapuera – Parque do Ibirapuera

Trying to drive a kart for the first time

Well, cars and I definitely don't get along... Yesterday, I drove a kart for the first time and I was the last one in the race, out of 17 people! Last will be the first? In this case, I doubt it...

It was worth as a "life experience", but I can't really say I liked it. Driving isn't my cup of tea, for sure, even when it's just a game. I could barely reach the pedals, and I was a little afraid of hitting the car, but the worst was that the others hit me all the time, as I was driving slowly.

I'll probably try paragliding next time...


sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Do you teach English or do you teach people?


Ao participar de um workshop hoje na escola Companhia de Idiomas, conheci o texto abaixo, trecho do livro O Sucesso Está no Equilíbrio, de Robert Wong.

Uma aplicação dos 3 Cs

Ao me formar no colégio, resolvi dar aulas de inglês como uma fonte de renda e para poder dar uma ajuda financeira em casa. Candidatei-me a uma vaga numa escola de línguas e, após um rigoroso processo de seleção, fui contratado como professor de inglês aos 18 anos. No meu primemiro dia, o diretor da escola apresentou-me oficialmente aos alunos. "Meus caros alunos, quero apresentar-lhes Mr. Robert Wong. He teaches English."
Cumprimentei a turma e declarei enfaticamente: "Boa noite a todos, mas devo dizer-lhes que eu não leciono inglês." Seguiu-se um momento de silêncio estupefato, tanto do diretor como dos alunos, incrédulos com o que acabaram de ouvir. Continuei: "I do not teach English. I teach people."
E isso fez toda a diferença! Pois cada aluno é um indivíduo, único, especial, com suas habilidades, suas dificuldades, suas carências, seus momentos, suas necessidades etc. Deve-se ministrar a aula como se fosse uma aula particular, respeitando a individualidade de cada um, com ênfase e foco na pessoa mais do que na matéria. Além do mais, comuniquei a todos que eu tinha três mandamentos (todos positivos) na minha classe, mandamentos que seriam repetidos no início e no final de cada aula, a saber: I like English! English is easy! I can speak English!
Resultado: no final do semestre, meus alunos tiravam as médias mais altas na prova de conclusão de curso, não porque eles eram mais inteligentes e muito menos porque eu era mais qualificado, mas porque conseguimos eliminar as três principais barreiras para o aprendizado de línguas ou, na realidade, para a realização de qualquer atividade a que propomos. Tudo que no nosso conceito seja prazeroso (I like), fácil (It's easy) e possível (I can) coloca-se perfeitamento dentro do nosso alcance. A tarefa não é mais um fardo: torna-se um prazer. Somos nós que erguemos as barreiras; somos nós também que podemos removê-las. A diferença está na nossa atitude. Esse é um exemplo da aplicação dos 3 Cs: comunicamos nossos respectivos propósitos; obtive o comprometimento dos alunos e eles, o meu; e conquistamos a confiança mútua para o objetivo comum. Um projeto ganha-ganha.

O maior dicionário do mundo

Para quem ainda não conhece, Babl.la é um portal online que oferece dicionários bilíngues gratuitos em 15 idiomas, incluindo Inglês, Espanhol, Italiano, Francês, Alemão, Japonês, Russo, Chinês, entre outros, além de jogos, exercícios de vocabulário e testes de conhecimentos gerais e linguísticos. O site tem ainda um Guia de Frases, disponível em 14 idiomas, com milhares de traduções de frases e expressões comuns divididas em quatro categorias: acadêmico, negócios, pessoal e inscrição (que inclui itens como currículo e carta de apresentação).
Mas o projeto do site é ir muito além disso: o portal é desenvolvido por amantes de idiomas para amantes de idiomas, e a equipe pretende simplesmente criar o maior dicionário online do mundo!

sábado, 19 de setembro de 2009

Virada esportiva 2009

Hoje e amanhã acontece a 3a edição da Virada Esportiva, evento que apresentará mais de 30 horas de esportes em várias regiões da cidade. Entre as diversas opções, há apresentações e possibilidade de praticar esportes como Le parkour, Ioga, Pilates, Arvorismo, Skate, além dos mais tradicionais, como futebol, vôlei, basquete, capoeira, lutas etc.
Confira a programação e saia da frente do computador! Estou indo daqui a pouco.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Meu lado jornalista - 100ª edição Revista do Jornaleiro


Após comemorar os 6 meses do blog e os 200 posts, agora é a vez de celebrar a 100ª edição da Revista do Jornaleiro Dinap. A publicação foi lançada em agosto de 1998 e é o principal veículo de comunicação da Dinap (Distribuidora do Grupo Abril) para os proprietários de bancas e revistarias de todo o país, levando ao leitor informações sobre marketing, vendas e negócios, além de novidades do mercado editorial.
Participo da Revista do Jornaleiro Dinap desde junho de 2002, quando comecei a fazer estágio em jornalismo na Eco Editorial e, mesmo com algumas pausas no meio do caminho para ser teacher full-time, a maioria das edições tem alguma matéria minha.
Quer conhecer um pouco mais sobre a revista? Peça emprestada para algum jornaleiro. E aproveite este mês para cumprimentá-lo, pois dia 30 de setembro é o Dia do Jornaleiro.

Mostra Sempre Ver 68 - Documentários

O Centro Universitário Maria Antonia, em São Paulo, está promovendo a mostra de documentários Sempre Ver 68, como parte das atividades da Semana de arte e cultura, organizada pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da USP.
Os documentários relembram e discutem os acontecimentos político-culturais durante a ditadura militar e suas consequências, como a violenta repressão policial da década de 60 e seus desdobramentos na vida universitária, em particular na Universidade de São Paulo.
Os filmes serão exibidos de 21 a 25 de setembro, de segunda a sexta, às 16h, e a entrada é gratuita (retire senhas 30 minutos antes).
Confira a programação.

Serviço:
Centro Universitário Maria Antonia
Rua Maria Antonia, 294 - Vila Buarque - São Paulo (SP)
1° andar - sala 100
Tel.: (11) 3255-7182 - r. 35

terça-feira, 15 de setembro de 2009

London Week


O British Council organiza em outubro a London Week 2009. Serão 10 das melhores universidades londrinas visitando São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro, trazendo palestras temáticas, além de um live chat para estudantes de todo o Brasil. Ao se inscrever e responder uma pergunta, você concorre ainda a uma viagem a Londres.

Confira a agenda:
SÃO PAULO
Sábado, dia 17 de outubro, das 13h às 20h.
Local: Centro Brasileiro Britânico
Rua Ferreira de Araújo, 741 – Pinheiros

CAMPINAS
Terça-feira, dia 20 de outubro, das 14h às 20h.
Local: Cultura Inglesa
Rua Dr. Antonio C. Carvalho, 480 – Cambuí

RIO DE JANEIRO
Quinta-feira, dia 22 de outubro, das 15h às 21h.
Local: EBAPE/FGV
Praia de Botafogo, 190 – 12º. andar – Botafogo

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Interview - Professores-líderes - Hamilton Ibanes


Hamilton Ibanes é engenheiro civil, com MBA pela Business School São Paulo e possui especialização em gestão de negócios, marketing, vendas, entre outras áreas. É autor do livro Lidere-se - Conhecendo a Si Mesmo para Liderar, da editora In House. Nesta entrevista, ele fala um pouco sobre a importância da liderança para professores e como desenvolver essa característica. Hamilton faz questão de reforçar ainda que está à disposição para responder perguntas em seu blog.

Um professor também deve ser um líder em sala de aula? Por quê?
Hamilton -
Sim. A educação na escola é a continuidade da que se recebe em casa. Às vezes, os professores são mais preparados que os próprios pais para dar exemplo. A educação deve ser muito mais baseada no exemplo, cultivando princípios universais, como amor e respeito a todos sem distinção de idade, sexo, religião.

Como um professor pode desenvolver suas habilidades de liderança e de que forma isso pode ajudá-lo em sua carreira?
Hamilton - O primeiro passo para qualquer pessoa é saber quais são suas habilidades desenvolvidas e as que deveriam ser trabalhadas para atender o mercado em que atua. Para isso, é necessário identificar as habilidades que um professor precisa para ter sucesso. O mais importante é o reconhecimento do que precisamos melhorar.

Um professor desmotivado pode motivar uma turma de alunos? Se não, como ele pode se automotivar primeiro?
Hamilton -
A falta de motivação é passada a todos, mesmo que não falemos, uma vez que comunicamos com a voz apenas 30%; o restante fazemos com nossas expressões corporais. Portanto, sem motivação jamais iremos motivar outras pessoas. O caminho para a motivação passa pela profunda análise do que esperamos da vida, da razão de nossa existência e o que podemos fazer para aceitar nossas dificuldades, bem como reconhecer o quanto temos que outros não tem.

Rapidamente, como o conceito de 'organização que aprende' pode ser aplicado em uma escola?
Hamilton -
Organização que aprende é um caminho de duas mãos, em que o líder por vezes se torna um liderado e onde as pessoas expandem sua capacidade de criar resultados. Além disso, uma organização que aprende se organiza de tal forma que o aprendizado seja incorporado aos seus procedimentos. Não se trata de burocratizar o ensino, mas trabalhar os processos de tal forma que todos estejam informados e orientados sobre eles, pois organizações que aprendem são caracterizadas pelo total envolvimento dos funcionários rumo a mudanças, como explico no livro.

No livro, você menciona algumas características essenciais para um líder, como honestidade, confiança, carisma, foco, orientação por resultados, boa comunicação. Qual a importâcia desses mesmos atributos para professores e que outras características são também essenciais?
Hamilton -
Todos os atributos acima são importantes para um professor, mas o fundamental é a integridade. Um bom professor deve ter boa comunicação verbal e corporal, dar confiança aos alunos, ser simpático para que possa gerar carisma, ter foco no que faz e para quem faz, saber que resultado espera como educador, mas se não for íntegro nas suas ações, dificilmente passará confiança e terá carisma junto aos jovens. Lembro que quanto mais novas as pessoas, mais pureza e sensibilidade para a verdade. A verdade aqui não é a minha ou a sua, mas a Verdade.

Em sua vida acadêmica, você teve algum professor que o inspirou? E o contrário, teve algum professor que o tenha desmotivado?
Hamilton -
Tive vários professores que me inspiraram. Eu diria que me deram exemplos de falar e fazer. O pior de tudo é quando alguém fala uma coisa e faz outra. Se um professor quer pontualidade, deve evitar se atrasar. Se um educador quer ser exemplo, precisa pensar no que fala e no faz, durante as aulas e fora dela. Tive alguns professores que deixaram a desejar principalmente por falta de sensibilidade e por não entender as diferenças entre as pessoas. Uma classe com vinte alunos precisa de alguém que entenda a personalidade de cada um e saiba como ensinar a cada um deles. Aí, sim, teremos um mestre na sala de aula.

domingo, 13 de setembro de 2009

Interview - Jeremy Harmer

A few days after presenting a workshop at Seven Idiomas, Jeremy Harmer kindly gave me this interview through email, while he was on an airplane, flying back to UK. (That's why we love technology!)
Teacher, teacher trainer and author of more than 20 books for both teachers and students of English as a foreing or second language, Jeremy also loves music and, more recently, he's become a fan of the sites Twitter and Second Life.


In your opinion, what makes an excellent teacher?
Jeremy -
I think an excellent teacher is someone who is interested in developing themselves, has a love of teaching and knows how to listen to students.

What should a teacher do to grow in their career?
Jeremy -
The most important things that teachers can do to develop in their careers is to talk to each other, ask questions about why things happen as they do, experiment, go to conferences, read journals etc etc. All of these things are about us (teachers) being interested in not just what we do in our lessons but in why we do it and what effect it has. It is only when we get involved in this way that teaching really becomes the all-engrossing, interesting, human activity that can inspire, engage and challenge us..

What's more important in your opinion for a teacher: linguistic skills, good knowledge about methologies or rapport with the students?
Jeremy -
All of the issues you ask about are important. But if a teacher cannot establish rapport with students he or she will never be able to teach them successfully. So rapport comes out as number 1 for me!

How do you see the future of ELT? How should teachers get prepared for these changes, if there are any?
Jeremy -
I can’t really predict the future of ELT. Of course it will be more and more prevalent, and many new technologies will replace the online and/or second life models that are available today. But at the same time, the real basics of teaching – rapport, engagement, motivation etc will never change. If I fould return in 50 years, some of the things that were being used might surprise me. But the basic principles of teaching would, I suggest, be the same.

Briefly, what's the process of writing a book like? How does it differ to write a coursebook and a fiction book, such as a reader?
Jeremy -
All writing is similar. A blank page (or screen); some ideas. They don’t work. Some more ideas. Depression, excitement, tearing things up. Starting again. Suddenly knowing that you are on to something. Triumph! Disaster! It’s wonderful. It’s terrible.

Tell us briefly about your graduation and experience, and the main books you've written.
Jeremy -
After graduation I spent some time writing songs and singing in clubs in London. But then I trained to be a teacher and went to work in Mexico. There I made a record of language teaching songs and started writing. Back in the UK I co-wrote Advanced Writing Skills and Advanced Speaking Skills and then, after going back, again, to Mexico, The Practice of English Language Teaching. More courses have followed - Meridian, Coast to Coast, Touchdown, Frontrunner, Just Right. But it is the area of methodology (including How to Teach English, How to teach Writing) that I feel most comfortable.

Was this the first time you came to Brazil? How many times have you been here? What do you think of Brazil?
Jeremy -
I love Brazil – from the sun-drenched palms of Fortaleza to the cool sophistication of Porto Alegre! I have been to Brazil many times and have loved every single minute of it.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Workshops - Jeremy Harmer and Jack Scholes

This was a busy and fruitful week! On Wednesday I watched a workshop with Jeremy Harmer at Seven Idiomas, and today I saw one more talk by Jack Scholes at Disal.
Harmer mentioned the importance of teachers being updated with new technology, such as using the sites Twitter and even Second Life, for example, not only to exchange information among themselves, but also to have students practice English with these tools. However, he also reinforced that something essential for teachers is merely to talk to other teachers, to discuss the good practices and the problems we all face in our careers.

Regarding Scholes' worskshop, I learned new pieces of vocabulary, as usual. These are some of them. Have you ever heard or used these expressions?

to go berserk - to get very angry or out of control - My mother will go berserk when she finds out I've ruined her favourite dress.

a can of worms - a source of many unpredictable or unexpected problems - Buying a company we know nothing about would be opening up a whole new can of worms.

in the offing - in the projected future; likely to happen - A wedding is in the offing.

chicken feed - an insignificant sum of money - He's so rich that $1000 is chicken feed to him.

to jump the gun - start doing something too soon, act too hastily - The local weather bureau jumped the gun on predicting a storm; it didn't happen for another two days.

Volta ao Mundo com a Experimento

A agência Experimento está organizando um ciclo de palestras sobre os principais destinos para quem quer estudar idiomas. Os eventos são uma grande oportunidade para saber curiosidades sobre os países e tirar todas suas dúvidas antes de embarcar.
Confira as datas:
16/09 - Australia e Nova Zelândia
23/09 - USA e Canadá
30/09 - Inglaterra e África do Sul
07/11 - Itália e Espanha
Veja no site da Experimento as lojas que oferecem as palestras.

Disal Special Day - 23/10

Besides all the regular workshops, Disal offers one more chance for teachers to develop and to share ideas on October 23. It's the Disal Special Day, with 4 workshops on the same day, from 9am to 5:30pm.

9am to 10:30am
Lilian Itzicovitch Leventhal - Just a Click Away

11am to 12:30pm
Marcello Marcelino - 2nd Language Acquisition and the Origins of our Student’s pronunciation Problems

2pm to 3:30pm
Isa Mara Lando - Boost your English! – Tips to Improve Your Vocabulary

4pm to 5:30pm
Adauri Brezolin - Corpus Linguistics in the classroom: tips and ideas for EFL teachers

Disal Barra Funda
Av. Marquês de São Vicente, 182 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3226-3111

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Expo Estude no Exterior

One more chance to get informed about courses abroad. Visit Expo Estude no Exterior and solve your doubts about different kinds of courses in other countries, working abroad, trainee opportunities and much more.
The event is free. Check the dates in the cities that will hold the fair.

RIO DE JANEIRO (RJ)
Hotel JW Marriott
17/09 - From 4pm to 9pm

PORTO ALEGRE (RS)
Hotel Sheraton Porto Alegre
20/09 - From 2pm to 7pm

FLORIANÓPOLIS (SC)
Hotel Majestic Palace
22/09 - From 4pm to 9pm

SANTO ANDRÉ (SP)
Hotel Mercure Santo André
24/09 - From 4pm to 9pm

SÃO PAULO (SP)
Hotel Intercontinental
26/09 and 27/09 - from 2pm to 7pm

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

A country study about Brazil - Library of Congress

To celebrate Brazil's Indepence Day you can read a bit more about our country, by accessing the Library of Congress - A Coutry Study: Brazil. It's a comprehensive study, from 1997, about our history, geography, society and other aspects, produced by the largest library in the world.

sábado, 5 de setembro de 2009

Livro - Quem mexeu no meu queijo?


O best-seller Quem Mexeu no Meu Queijo?, de Spencer Johnson, já tem mais de dez anos e mais de vinte edições, mas só recentemente eu o li, apesar de já conhecer a história anteriormente. E só me arrependo de não ter lido antes, pois nunca é a mesma coisa você ouvir falar de um livro, saber do que se trata, e realmente lê-lo.
A história é uma parábola simples e divertida que revela verdades profundas sobre mudança, baseada na experiência de quatro personagens - dois ratos e dois humanos do mesmo tamanho dos roedores - que vivem em um labirinto em eterna procura por queijo. O queijo é uma metáfora daquilo que se deseja ter na vida, seja um bom emprego, um relacionamento amoroso, dinheiro, saúde ou paz; já o labirinto é o local onde as pessoas procuram por isso - a empresa, a família ou a comunidade na qual se vive.
Na história, os personagens se defrontam com uma mudança inesperada (o sumiço do queijo), e cada um tem uma reação diferente. Os ratos simplesmente aceitam imediatamente a mudança e partem em busca de um novo queijo pelo labirinto. Já os homenzinhos inicialmente se irritam com a situação, questionam quem "mexeu no queijo deles" e não tomam uma atitude pró-ativa. Após algum tempo, apenas um dos dois decide arriscar-se novamente em busca de um novo queijo e é bem-sucedido, escrevendo o que aprendeu com sua experiência entre as paredes do labirinto. O outro, no entanto, continua no mesmo lugar questionando "quem mexeu no seu queijo".
Para ter uma ideia inicial do livro, assista ao vídeo
http://www.youtube.com/watch?v=vDnDN7mJRV4

Tips to write a CV and a cover letter

Do you need to write your CV or a cover letter in English? These sites can help you. Take a look:

www.career-resource.net/cv.php
www.cvtips.com
jobsearch.about.com/od/sampleresumes/a/sampleresumes.htm
www.curriculumvitaesample.org
www.cv-resume.org
www.kent.ac.uk/careers/cv/cvexamples.htm#CV

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Always check your child's homework!


Here's a joke I got through email.

(Here's the reply the teacher received the following day)

Dear Mrs. Jones,
I wish to clarify that I am not now, nor have I ever been, an exotic dancer.
I work at Home Depot and I told my daughter how hectic it was last week before the blizzard hit. I told her we sold out every single shovel we had, and then I found one more in the back room, and that several people were fighting over who would get it. Her picture doesn't show me dancing around a pole. It's supposed to depict me selling the last snow shovel we had at Home Depot.
From now on I will remember to check her homework more thoroughly before she turns it in.
Sincerely,
Mrs.Smith

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Ciclo Vestibular e Literatura

Desde 29 de agosto até 7 de novembro, acontece a segunda edição do Ciclo Vestibular e Literatura 2009, com palestras promovidas pela Biblioteca Mário de Andrade sobre livros exigidos nos principais vestibulares do país.
As palestras são gratuitas e ministradas por professores da PUC-SP, mas o local das aulas é o Centro Cultural São Paulo, sala Jardel Filho. Não é necessário fazer inscrição, basta chegar com meia hora de antecedência. As palestras começam às 10h30, todos os sábados, (exceto este devido ao feriado de segunda).
Entre os livros abordados, estão O Cortiço, Iracema, A Cidade e as Serras, Dom Casmurro, Vidas Secas, entre outros.
Mais informações pelo telefone: (11) 3241-3459 ou pelo email difusaocultura@prefeitura.sp.gov.br.

Restaurant Week - Inverno

Quem perdeu a edição do Restaurant Week no primeiro semestre tem mais uma chance de experimentar os pratos de alguns dos mais tradicionais restaurantes de São Paulo a preços "populares". Quer dizer, não chega a ser barato, mas em comparação com os valores cobrados fora do evento, vale a pena conferir.
São 202 restaurantes participantes que criaram menus especiais compostos por entrada, prato principal e sobremesa com valor fixo de R$ 27,50 no almoço e R$ 39,00 no jantar. O evento começou ontem e vai até dia 13 de setembro.
Confira os restaurantes participantes.

Top Blog - Final

Não fiquei entre os três finalistas da categoria Cultura no Prêmio Top Blog, mas estar entre os 100 já foi uma vitória, principalmente por ter criado o blog este ano. Novamente, agradeço a todos que votaram e espero contar com vocês nos próximos prêmios novamente!